Comissão de Pesquisa

Instituto de Arquitetura e Urbanismo

Núcleo de Apoio a Pesquisa para os Estudos de Linguagem em Arquitetura e Cidade.

 

         O Núcleo de Apoio a Pesquisa para os Estudos de Linguagem em Arquitetura e Cidade (N.ELAC) tem sua proposta motivada pelo crescente interesse acerca da relação entre os meios de representação e as metodologias de projeto em Arquitetura e Urbanismo. A contribuição desse núcleo vem atender a necessidade de um olhar mais atento aos impactos sobre os processos cognitivos, próprios ao ato perceptivo e ao ato de projetar, decorrentes da consolidação dos infomeios, superando a ênfase na análise dos produtos desse cenário. Pretende-se estudar as lógicas operativas onde ocorre a aproximação entre o ato de representação e o sujeito que produz esse ato, onde o olhar perceptivo passa a ser construído na própria experiência com a Linguagem. 

       Os diversos usos e funções que o desenho e os modelos físicos adquirem nas práticas da produção arquitetônica e nas práticas didáticas possibilitam a adoção desses meios como objetos privilegiados das pesquisas a longo prazo. A atualização desses meios no ambiente de produção digital, por meio dos dispositivos de captura de movimento, se configura como subsídio para a redefinição da consensual dialética entre os meios analógicos e digitais. Tal redefinição amplia o alcance da pesquisa ao possibilitar a incorporação dos mais diversos meios de comunicação no ato de projetar por meio da lógica da colagem, própria ao caráter híbrido das mensagens construídas nos meios eletrônicos. Fotografia, vídeo, e literatura, entre outros, passam também a serem focos das pesquisas. Assim, o N.ELAC dispõe da condição necessária para a aproximação do estado da arte das relações de reciprocidade entre as atuais questões da área de Linguagem e a conceituação da Arquitetura e da Cidade. Percebe-se que o ensino da expressão gráfica nas escolas de arquitetura vem sendo caracterizado como uma disciplina utilitária e instrumental. 

       O descompasso entre tal prática pedagógica e o presente cenário excluem do ato de projetar as possibilidades investigativas próprias ao estranhamento das idéias por meio das precariedades figurativas caracteríticas dos outros meios que não as simulações digitais. As estratégias de recuperação da experiência com os meios de representação no ensino da Arquitetura como uma atividade operativa de alto teor reflexivo se configura como uma das hipóteses a serem trabalhadas pelos pesquisadores. Uma das característica da presente proposta está na articulação de pesquisadores de diferentes áreas do conhecimento que definem a transdiciplinariedade do campo da Arquitetura e Urbanismo. O N.ELAC objetiva assim investigar tal cenário por meio de um olhar atento aos meios de representação e sua função na construção do ato perceptivo e do ato de projetar, estabelecendo ações que visem a construção do conhecimento (rede internacional de pesquisa), a divulgação (sistema de consulta e pesquisa especializada no tema) e a aplicação (estratégias de práticas didáticas), constituindo, então, um centro de referência acadêmica sobre o assunto.

 

 

Coordenadores

Paulo Cesar Castral

 

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

página web

diretório do grupo de pesquisa no CNPq