Ex-professores do IAU estão à frente de secretarias em São Paulo

 nabil fernando web

- A comunidade do Instituto de Arquitetura e Urbanismo (IAU) da USP São Carlos comemora em 2015 o '30+5' – aniversário dos 30 anos do curso de graduação em Arquitetura e Urbanismo e dos 5 anos de transformação do antigo Departamento da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) em Unidade Autônoma.

E pra começar bem o ano com boas novas um de seus ex-professores assume como secretário na Prefeitura Municipal de São Paulo: Nabil Bonduki irá comandar a pasta da Cultura no lugar de Juca Ferreira, que irá para o Ministério da Cultura (MinC). O anúncio foi feito na última terça-feira (13) pelo prefeito paulistano, Fernando Haddad. Segundo ele, esta e outras nomeações fazem parte de mudanças previstas para a segunda metade de sua gestão.

Além de Bonduki, outro ex-docente do IAU-USP ocupa a direção de outra secretaria na capital. Trata-se de Fernando de Mello Franco, atual secretário municipal de Desenvolvimento Urbano. Ele está no cargo desde o início da gestão Haddad.

Enquanto Mello Franco foi professor em São Carlos por 13 anos, ministrando a disciplina de Projetos de Arquitetura e Urbanismo, Bonduki lecionou História e Teoria da Arquitetura e do Urbanismo no Brasil por 19 anos, tendo iniciado sua docência logo depois da criação do curso de Arquitetura e Urbanismo, em 1985.

Para Carlos Ferreira Martins, diretor do IAU-USP, é novamente motivo de orgulho para toda a comunidade do Instituto ter seus pesquisadores atuando na gestão de pastas públicas importantes de uma megacidade com desafios enormes e complexos como São Paulo. "A perspectiva de atuação na avaliação, e na elaboração de políticas públicas urbanas sempre foi constitutiva do projeto acadêmico da Arquitetura de São Carlos, hoje IAU. Foi assim em São Carlos e é muito bom saber que temas e questões discutidas durante anos no nosso ambiente acadêmico, hoje contribuem para um importante processo de redefinição das políticas culturais e urbanas da maior cidade do país", destaca Martins.

NABIL BONDUKI - O novo secretário de Cultura, após sua passagem pelo IAU-USP, também é professor titular do Departamento de Planejamento da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da USP São Paulo. Foi superintendente de habitação popular da prefeitura de São Paulo no Governo Erundina (1989/1992), quando coordenou a construção de mais de 10 mil moradias em mutirões e criou a lei que obriga a colocar em nome da mulher a propriedade produzida em programas da prefeitura. Exerceu ainda, em 2011 a função de secretário de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano do Ministério do Meio Ambiente, quando coordenou a implementação da Lei Nacional de Resíduos Sólidos. Bonduki também foi escolhido, enquanto vereador na capital, como relator do Plano Diretor Estratégico de São Paulo. Bonduki esteve no IAU recentemente para o lançamento dos três volumes do seu livro – "Os Pioneiros da Habitação Social no Brasil", resultado de um longo processo de pesquisa iniciado em São Carlos.

FERNANDO DE MELLO FRANCO – Além do período de docência na USP São Carlos, o secretário foi professor visitante em Harvard (EUA). Sócio do escritório MMBB desde 1991, Mello Franco tem como característica sua forte atuação em projetos de interface pública. Com Milton Braga e Marta Moreira, projetou corredores de ônibus (1995-1996), o terminal do Parque Dom Pedro (1996) e a garagem do Parque Trianon (1996-1999). O terminal foi feito em parceria com Paulo Mendes da Rocha, o maior e mais influente arquiteto brasileiro vivo. O MMBB também projetou, com o escritório H+F, um conjunto habitacional com 252 unidades no cruzamento das avenidas Roberto Marinho com a Berrini. O caráter público da obra está no térreo, já que o projeto prevê a construção de uma escola de gastronomia e restaurante.

Imagens – Nabil Bonduki e Fernando de Mello Franco, ex-docentes do IAU-USP, agora à frente de secretarias municipais em São Paulo (créditos: Nabil Bonduki – divulgação; Fernando de Mello Franco - ArchDaily)