Instituto de Arquitetura e Urbanismo de São Carlos

A técnica que poderá "salvar" Notre-Dame

Fotogrametria--Simone

No último dia 15 de abril, todos os olhos do planeta mais uma vez voltaram-se para a França. Nesse dia, 14 horas de chamas transformaram em cinzas parte da notória Catedral de Notre-Dame, obra secular que recebe uma média de 14 milhões de visitantes ao ano.

Pesquisadores de várias partes do mundo vêm estudando técnicas de restauração capazes de preservar a integridade física e visual da Catedral, e uma delas, ao que tudo indica, será capaz de cumprir esse objetivo: o mapeamento digital feito por meio da fotogrametria e da scannerização 3D.

A fotogrametria consiste na criação do espaço-objeto tridimensional através do registro de imagens bidimensionais. Ou seja, faz-se o registro fotográfico de uma obra, tirando fotos de diversos ângulos, insere-se todas as imagens no computador e um programa cria a imagem tridimensional dessa obra, baseado nas imagens bidimensionais enviadas.

A técnica deve agora se tornar mais conhecida, e pesquisadores do Núcleo de Estudos de Linguagens em Arquitetura e Cidade do Instituto de Arquitetura e Urbanismo (N.ELAC-IAU/USP) já a estudam há dois anos, e para um objetivo tão ou mais nobre do que a restauração da Catedral de Notre-Dame: educação patrimonial.

No N.ELAC, do qual também fazem parte os docentes Simone Helena Tanoue Vizioli, Joubert José Lancha e Paulo Cesar Castral, duas principais vertentes são trabalhadas desde 2012: linguagem e educação patrimonial. Nesta última, está inserido o projeto de extensão e pesquisa Sistema de Jogos Lúdicos para Educação Patrimonial, que, até o momento, resultou no desenvolvimento de três jogos diferentes: dobraduras de papel, blocos de montar e jogos digitais, sendo que os jogos digitais estão sob a responsabilidade de Simone. "Desde 2012, desenvolvemos alguns jogos digitais com o objetivo de contribuir com a educação patrimonial, colocando a sociedade em contato com edifícios de importância histórico cultural e trazendo o entendimento sobre a importância do edifício na cidade", explica.

Até o momento, três jogos digitais diferentes já foram produzidos, que contemplam faixas etárias dos 7 aos 14 anos de idade, e focam no aprendizado dos participantes. Mas estes não são os únicos aprendizes. "Os bolsistas do projeto, alunos de graduação do IAU, também aprendem muito nesse processo, pois eles realizam pesquisas sobre jogos e patrimônio antes de aplicar e até mesmo desenvolver esses jogos", esclarece Simone.

E o que a fotogrametria tem a ver com tudo isso?

Recentemente, o N.ELAC recebeu da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) um apoio financeiro para custear o projeto Estudo do Mapeamento Tridimensional (fotogrametria) para Educação e Documentação Patrimonial*, diretamente relacionado às ações de pesquisa e extensão desenvolvidas pelo grupo, também tendo sido contemplado em edital da Pró-Reitoria de Pesquisa da USP*.

Simone--Fotogrametria--Levantamento-de-campo

Levantamento de campo feito na Fazenda do Pinhal (créditos da imagem: Simone Vizioli)

Tendo como objeto de estudo a Fazenda do Pinhal de São Carlos, o projeto é multidisciplinar, e conta com a colaboração de alunos da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC/USP), para fazer o levantamento topográfico, pesquisadores do Centro de Estudos da Fazenda do Pinhal, pesquisadores do IAU, e com o docente do Politécnico de Milão (POLIMI- Itália), Andrea Adami. "Estamos trabalhando conjuntamente para fazer o levantamento da Fazenda do Pinhal em fotogrametria", explica Simone.

Com uma verba de R$68 mil, os pesquisadores pretendem alavancar pesquisas nessa área, criando inclusive um laboratório de fotogrametria. Enquanto isso não se concretiza, outras ações de menor porte já vêm sendo realizadas, a exemplo do workshop Photogrammetry for the valorization of cultural heritage: principals and applications for documentation and communication, realizado no IAU no último dia 24 de abril, ministrado por Adami. "Adami trabalha há mais de dez anos com essa técnica na Itália, então ele tem uma forte expertise nessa área", afirma a docente. "Ele coordena um trabalho como esse há quatro anos na Basílica de São Marco [Veneza-Itália], utilizando escâner 3D e fotogrametria".

Simone--Fotogrametria--Workshop

Workshop sobre fotogrametria minitrado por Andrea Adami no IAU (créditos da imagem: Simone Vizioli)

O objetivo final do projeto é, além de fazer a documentação do patrimônio, também encontrar maneiras alternativas de visitação a diversas obras, utilizando para isso realidade aumentada. Através da fotogrametria, não somente obras seculares, como também todos os objetos pertencentes a ela poderão ser vistos e visitados virtualmente.

De acordo com Simone, embora se trate de um projeto simples, ele trabalha com uma técnica complexa, e está relacionado a uma especialidade sobre a qual poucas pessoas, no Brasil e no mundo, têm conhecimento. Mas ao se pensar que a fotogrametria será uma das ferramentas utilizadas para recuperar a integridade de Notre-Dame, comprova-se que, de fato, muitas vezes é na simplicidade que se encontra o essencial.

*Edital de Apoio a Projetos que Façam Uso de Sistemas Digitais Inteligentes

Imagem 1: Imagem da Fazenda do Pinhal gerada pelo processo de fotogrametria (créditos da imagem: Simone Vizioli)