Instituto de Arquitetura e Urbanismo de São Carlos

PRCEU/USP premia dois projetos de empreededorismo social do IAU

Empreendedorismo-social-2019--edital

A valorização da interação entre universidade e sociedade tem sido uma preocupação prioritária na Universidade de São Paulo (USP). Prova disso foi o edital Empreendedorismo Social 2019, de iniciativa da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão (PRCEU/USP), lançado no começo deste ano, e que dará auxílio financeiro de R$25 mil a projetos de empreendedorismo social.

Ao todo, 171 projetos foram inscritos no edital supracitado, e somente 32 foram contemplados, sendo dois deles do Instituto de Arquitetura e Urbanismo (IAU/USP).

Fortalecendo o ensino e práticas nos assentamentos rurais

O assentamento rural "Mário Lago", localizado no município de Ribeirão Preto (SP), já existe há 15 anos. Em 2017, a mestranda do IAU/USP, Iole Almança de Morais, iniciou sua pesquisa de mestrado, e escolheu o assentamento como objeto de estudo. "Há outros quatro alunos de graduação do IAU que também falarão sobre esse assentamento em suas pesquisas, e um de nossos desejos é criar uma escola lá, já prometida há muitos anos para a comunidade", conta. "Nosso projeto visará também trazer a capacitação dos alunos para realizar projetos de forma participativa, e que dialoguem com a realidade de um assentamento rural".

De acordo com Iole, a construção da escola no assentamento foi uma promessa feita pela prefeitura de Ribeirão Preto, que nunca saiu do papel. "Queremos que nosso projeto também traga um esclarecimento sobre essa situação", afirma.

O projeto envolverá outros alunos do IAU, tanto de graduação quanto de pós-graduação, e a verba adquirida através da PRCEU será utilizada, entre outras coisas, para a realização de viagens didáticas ao local. "Além disso, conseguiremos adquirir um drone, e poderemos aplicar essa tecnologia para pesquisa em assentamentos rurais, utilizando-o para fazer levantamentos nessas áreas que, normalmente, são muito grandes", explica a pesquisadora.

O projeto durará um ano, de julho de 2019 a julho de 2020. "Caso não consigamos finalizar o projeto da escola formal, de 1ª a 4ª série, vamos trabalhar num formato de escola técnica, voltada a agricultores, e vinculada ao patrimônio imaterial que tem no assentamento rural", elucida Iole.

Viver a cidade e oficinas urbanas

O projeto "Cartilha da Cidade ", proposto por Miguel Antonio Buzzar, docente e atual diretor do IAU, teve como um de seus objetivos produzir, em linguagem acessível ao grande público, um material que explicitasse o funcionamento das cidades, suas redes de infraestrutura, e que também, progressivamente, abordasse outros tópicos relacionados à cidade. "O caráter da cartilha era formador para os alunos, principalmente de escolas públicas, terem acesso à compreensão de como funciona a cidade", explica Miguel.

Implantado em 2016, o Cartilha da Cidade, viabilizado também graças ao Programa Unificado de Bolsas (PUB/USP), começou a ser apresentado nas escolas através das chamadas Oficinas Urbanas, sendo que em cada oficina um tópico diferente era abordado: energia elétrica, mobilidade urbana, água e esgoto etc. "No decorrer das oficinas, fomos aperfeiçoando seu desenvolvimento, que culminou com a formação do jogo Agentes Urbanos: cidade participativa, inspirado no jogo A paz mundial, do professor John Hurt. A proposta de nosso jogo, que adaptamos da proposta de Hurt, é incitar a reflexão dos participantes para situações urbanas comumente encontradas nas cidades. Isso nas oficinas mostrou-se muito dinâmico, pois as crianças passam a reconhecer determinadas situações urbanas, mas também como os equipamentos, o território e os agentes urbanos interagem", elucida o docente.

Através da verba adquirida no edital Empreendedorismo Social, Miguel conta que o plano é aperfeiçoar as várias versões do jogo. "Já fizemos versões para creches, ensino fundamental, médio e superior, inclusive envolvendo docentes de arquitetura e urbanismo que trabalham com planejamento urbano", conta. "Essas versões são preliminares e pretendemos, de fato, melhorá-las e torna-las próprias para que outras pessoas, não necessariamente envolvidas no projeto, possam aplica-las".

Em breve, o site Cartilha da Cidade deverá ser lançado e nele será possível fazer o download das versões dos jogos.

Para acessar a proposta do projeto Fortalecendo o ensino e práticas nos assentamentos rurais enviada à PRCEU, clique aqui.

Para acessar a proposta do projeto Viver a cidade e oficinas urbanas enviada à PRCEU, clique aqui.

Para saber quais outros projetos foram contemplados no edital, clique aqui.

Previous Next
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
leia mais
Oficina Uso de Agenda e Planejamento   _ O objetivo da oficina é auxiliar os estudantes a encontrar a melhor maneira de se planejar para cumprir com as demandas da vida...
leia mais
leia mais
Por que IC é muito importante (inclusive para quem não quer carreira acadêmica)   _ Ao pensar nas palavras "método científico", fica fácil dizer algumas outras palavras que essas duas têm o poder de despertar em...
leia mais
leia mais
Manifestação dos Pró-Reitores da USP em apoio ao CNPq e contra a sua extinção _ O Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico (CNPq), agência vinculada ao Ministério da Ciência e Tecnologia, Inovação e...
leia mais
leia mais
Manifestação das entidades de arquitetura _ O Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), a Federação Nacional dos Arquitetos e Urbanistas (FNA), a Associação Brasileira de Ensino de...
leia mais
leia mais
Trabalho de docentes do IAU recebe prêmio Os docentes do Instituto de Arquitetura e Urbanismo (IAU/USP), Marcel Fantin e Jeferson Cristiano Tavares, o docente da Universidade Federal da...
leia mais
leia mais
Construir mais prédios realmente torna as cidades mais inclusivas? A verticalização das cidades é realmente um fator importante para proporcionar a inclusão social? Em que medida processos de verticalização...
leia mais
leia mais
Docente do IAU, Profa. Dra. Lucia Zanin Shimbo, é contemplada com prêmio   _ a Profa. Dra. Lucia Zanin Shimbo foi contemplada com o "Prêmio Excelência para novas Lideranças em Pesquisa na USP", promovido pela...
leia mais
leia mais
Docentes do IAU publicam capítulos no livro “Materiais de Construção” de L.A. Falcão Bauer _ Em agosto de 2019, foi lançada a sexta edição do livro "Materiais de Construção" do autor L.A. Falcão Bauer - vols 1 e 2, pela editora LTC...
leia mais
leia mais
História viva do IAU: Fátima Mininel _ Uma bonita menina de 16 anos queria começar a trabalhar e a ganhar o próprio dinheiro. Seu pai, que já trabalhava na Universidade de São...
leia mais
leia mais
História viva do IAU: Antonio João Tessarin Grande parte dos funcionários do Instituto de Arquitetura e Urbanismo (IAU/USP) acompanhou de perto o nascimento do IAU, em 2010, sendo...
leia mais
leia mais
Atendimento psicossocial no IAU: atualização do local e do horário de atendimento A partir do próximo dia 19 de junho, o Instituto de Arquitetura e Urbanismo (IAU/USP) contará com um serviço de acolhimento psicossocial para...
leia mais