Instituto de Arquitetura e Urbanismo de São Carlos

apresentação projeto Memória IAU

A história do Instituto de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo [IAU USP] começa em 1970 com a criação do Departamento de Arquitetura e Planejamento da Escola de Engenharia de São Carlos, e com a implantação do programa de pós-graduação em Arquitetura em 1971. De lá, até os dias atuais, 50 anos se passaram, e mudanças profundas ocorreram na Sociedade, na Universidade de São Paulo e, notoriamente, o antigo Departamento, já renomeado e reconfigurado como Departamento de Arquitetura e Urbanismo (1995), deu lugar ao IAU USP em 2000.

Nesses 50 anos, dentre vários acontecimentos, em 1985 foi criado o Curso de Graduação em Arquitetura e Urbanismo, que modificou substancialmente o antigo Departamento e nos anos 1990 a pós-graduação e a pesquisa conheceram grandes reformulações. Assim, com formatos institucionais diferenciados ao longo do tempo, foi constituída na USP em São Carlos uma comunidade acadêmica de Arquitetura e Urbanismo.

Esta história encontra-se registrada em documentos parcialmente organizados, entretanto, pouco conhecidos, e foi vivenciada de forma múltipla e diferenciada pelos membros dessa Comunidade, por gerações de professores, servidores técnico-administrativos e alunos de Graduação e Pós-graduação. A memória desse processo é múltipla e a sua riqueza reside na sua amplitude.

O Projeto Memória IAU pretende, reconstituir o desafio de criar uma Unidade de Ensino e Pesquisa no interior paulista e na área das Ciências Sociais Aplicadas, ou Humanidades, em um Campus voltados às Ciências Exatas, reunindo duas formas sempre entrelaçadas desse processo, a primeira através da documentação dos fatos que deram vida e forma institucional à comunidade de Arquitetura e Urbanismo, hoje consubstanciada no Instituto, e a segunda através de relatos de vários membros dessa mesma comunidade. Uma Unidade de Ensino e Pesquisa, não se faz sem um conjunto de personagens. Trazer à luz as suas falas, cotejá-las com os acontecimentos, certamente, permitirá o reconhecimento do caminho até aqui percorrido, como iluminará a continuidade do percurso futuro do IAU, que deverá realizar-se, como até aqui, de forma coletiva.

Concepção: Prof. Dr. Miguel Antonio Buzzar
Coordenação Geral: Prof. Dr. Joubert José Lancha e Prof. Dr. Miguel Antonio Buzzar
Coordenação Técnica: Profa. Dra. Amanda Saba Ruggiero e Prof. Dr. Jeferson Cristiano Tavares
Supervisão Técnica: Débora Martinez
Apoio Técnico: José Eduardo Zanadi e Paulo Vitor S. Ceneviva