Chapisco

O método atualmente mais utilizado de preparo da base é a limpeza e posterior chapiscamento com argamassa preparada em obra ou industrializada.

"O chapisco tem a função de regularizar a absorção e a porosidade da base, além de aumentar a rugosidade. Sempre deverá ser aplicado na área externa, onde as solicitações mecânicas são mais elevadas, assim como nas superfícies de concreto armado. No caso da alvenaria, o chapisco deverá cobrir apenas parcialmente a base (chapisco descontínuo, deixando apenas à mostra parte da alvenaria) enquanto a estrutura de concreto deverá ser integralmente coberta" (CARASK, PAES, SCARTEZINI, 1998, p).

O chapisco constitui-se de uma fina camada de argamassa aplicada sobre a alvenaria com o objetivo de propiciar uma superfície rugosa, adequada para a aplicação do emboço. Esta camada serve de ancoragem entre o emboço e a alvenaria. Em alvenarias de tijolo baiano, bloco de concreto, ou mesmo de concreto celular, não é necessário que o chapisco preencha totalmente a base, em função desses materiais apresentarem superfícies com reentrâncias, porosidade e rugosidade, mas em superfícies mais lisas (superfícies de concreto, no acabamento de vigas e pilares ou painéis de fechamento pré-fabricados de concreto), é necessário que o chapiscamento cubra toda a superfície, proporcionando maior rugosidade.

O assentamento de placas cerâmicas em paredes externas e fachadas deve ser executado, necessariamente, sobre alvenaria revestida de chapisco e emboço.

Fachadas com base mista de concreto (vigas e colunas) e alvenaria (paredes) causam o surgimento de tensões diferenciais. Nesses encontros é necessária a inserção de juntas de dessolidarização ou a introdução de faixas de tela, no encontro desses materiais.

O chapisco é realizado com o traço de 1:3 de cimento Portland e areia grossa em volume (podendo conter aditivos para implementar a aderência, ou com função impermeabilizante). Para a execução do chapisco, é necessário molhar levemente a alvenaria - com broxa - e chapar (manualmente, com a colher de pedreiro ou com projeção mecânica) a argamassa com energia, formando uma superfície o mais irregular possível. O chapisco forma uma camada média de 5 mm. Para realização da camada posterior, aguardar a secagem e endurecimento - cerca de 7 dias -, para obter boa resistência mecânica.

Chapisco industrializado