• Todos os membros das comissões julgadoras deverão ser portadores, no mínimo, do título de doutor.

  • Em caráter excepcional, na composição da comissão julgadora poderá ser indicado um especialista de notório saber. Para isso, o(a) orientador(a) deverá encaminhar justificativa da indicação e Currículo Lattes do(a) especialista;

  • É vedada a participação, na comissão julgadora de dissertação ou tese, de parente em linha direta ou colateral até quarto grau do aluno, do orientador e dos demais membros da referida comissão.

  • A argüição, após exposição de no máximo 60 minutos realizada pelo candidato, ocorrerá em sessão pública, e não deverá exceder o prazo de 3 horas para o Mestrado e 5 horas para o Doutorado. Imediatamente após o encerramento da argüição da dissertação ou da tese, cada examinador expressará seu julgamento em sessão secreta, considerando o candidato aprovado ou reprovado.

  • Será considerado aprovado o candidato que obtiver aprovação da maioria dos examinadores e a comissão julgadora deve apresentar relatório de seus trabalhos à CPG para homologação, que ocorrerá no prazo máximo de 45 dias contados a partir da data da defesa.

  • A CPG poderá autorizar a participação de um membro no Mestrado e no máximo dois membros no Doutorado, na sessão pública de defesa de dissertação ou tese, por meio de videoconferência.