PROGRAMAÇÃO
DO EVENTO

evento online

PLATAFORMA DO EVENTO

No botão abaixo está a plataforma oficial que ocorrerá o evento online. Faça login e os participantes terão acesso aos links de todas as salas visuais do congresso.

*** PARA LOGIN UTILIZE O EMAIL CADASTRADO NO SYMPLA  ***

PROGRAMAÇÃO

BAIXE A PROGRAMAÇÃO

CADERNO DE RESUMOS

MESAS ESPECIAIS

MESA DE ABERTURA + PREMIAÇÕES

Abertura e Premiações do VII Encontro da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo: Refazer, Restaurar e Revisar.

Data: 07/11 – Horário 16h30 - 18h30

Mesa de abertura do encontro com o anúncio das premiações ENANPARQ 22  e do Concurso ENANPARQ de TCC.

PARTICIPANTES: 

Prof. Dr. Miguel Antonio Buzzar — vice-diretor do Instituto de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (IAU-USP)

Prof. Dr. Carlos Gilberto Carlotti  — Reitor da Universidade de São Paulo

Prof. Dr. Marcio Cotrim Cunha  — Prof. Associado na Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal da Bahia

Prof. Dr. Ricardo Trevisan  — Diretor da ANPARQ

Prof. Dr. James Shoiti Miyamoto  — Membro da ANPARQ e Professor-Associado na FAU-UFRJ

Prof. Dr. Tomás Antonio Moreira  — Professor e Vice-presidente do PPGAU do Instituto de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (IAU-USP) 

Prof. DrJoão Marcos de Almeida Lopes  —  Professor titular e Presidente da Comissão de Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo do Instituto de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo

CONFERÊNCIA DE ABERTURA

A forma segue o clima

Data: 07/11 – Horário 19h - 21h

MEDIAÇÃO: Prof. Dr. Miguel Antonio Buzzar — vice-diretor do Instituto de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (IAU-USP)

PALESTRANTE:

Arquiteto e Professor Solano Benitez  —  Facultad de Arquitectura, Diseño y Arte Universidad Nacional Asuncion FADA/UNA

MESA 1

Ciência, tecnologia, inovação e soberania nacional

Data: 08/11 – Horário 16h30 - 18h30

No ano em que o Brasil comemora o bicentenário de sua Independência a reflexão sobre  a construção e consolidação da soberania nacional se faz mais que necessária. Se sabemos todos o papel fundamental do sistema de Ciência, Tecnologia e Inovação (CTI)  nas sociedades modernas e contemporâneas para o desenvolvimento das nações,  também é sabido o quanto os sucessivos cortes orçamentários e, mais recentemente, um conjunto de políticas anticientíficas colocaram o Brasil na contramão da história.  Como reverter esse processo? Como construir políticas públicas de estado capazes  de contribuir para o  desenvolvimento integral do cidadão? Qual a contribuição das Humanidades e Ciências Sociais e Sociais Aplicadas nesse processo? Essas são algumas das questões a serem debatidas na presente mesa.

MEDIAÇÃO: Prof. Dr. Miguel Antonio Buzzar — vice-diretor do Instituto de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (IAU-USP)

PALESTRANTES:

Profa Dra. Fernanda Sobral — Vice-presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e professora emérita da Universidade de Brasília

Prof. Dr. Paulo Alberto Nussenzveig — Pró-Reitor de Pesquisa e Inovação da Universidade de São Paulo e professor do Instituto de Física da Universidade de São Paulo

Prof. Dr. Ricardo Trevisan — Presidente da Associação Nacional de Pesquisa e Pós graduação em Arquitetura e Urbanismo (ANPARQ) e professor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de Brasília

Profa. Dra. Soraya Soubhi Smaili — Coordenadora do Centro de Estudos Sociedade, Universidade e Ciência (SOU CIÊNCIA) e ex-reitora da Universidade Federal de São Paulo

MESA 2

Re-existências e Re-invenções: os desafios da arquitetura e do urbanismo após o desmanche

Data: 09/11 – Horário 16h30 - 18h30

A temática do VII ENANPARQ convida-nos não somente à reflexão sobre o legado de nosso processo de modernização e crises societária e institucional em curso e, consequentemente, sobre o papel e atuação dos profissionais de arquitetura e urbanismo em tempos sombrios, mas igualmente para uma reflexão sobre os mecanismos de re-existência e invenção do futuro. A presente mesa é um convite à discussão dos cimbramentos que ao impedirem o desmoronamento do céu, permitem ensejar novas práticas arquitetônicas e urbanísticas, pós-desmanche.

MEDIAÇÃO: Prof. Dr. João Marcos de Almeida Lopes  —  Professor titular e Presidente da Comissão de Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo do Instituto de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo

PALESTRANTES:

Evaniza Lopes Rodrigues — Assistente social, mestre em Arquitetura e Urbanismo, atua na área de elaboração e gestão de propostas de política urbana e habitacional nos movimentos populares e na capacitação de atores sociais.

Profa. Dra. Maria Elisa Baptista — Presidenta do Instituto dos Arquitetos do Brasil e professora da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

Profa. Dra. Raquel Rolnik — Professora titular da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP. Foi Secretária Nacional de Programas Urbanos do Ministério das Cidades e relatora internacional do direito à moradia adequada do Conselho de Direitos Humanos da ONU.

MESA 3

Cidade, Pandemia e Equidade Urbana

Data: 10/11 – Horário 16h30 - 18h30

As cidades contemporâneas são representativas de um novo paradigma relacionado à produção do espaço urbano, tensionado por transformações em suas dimensões cultural, social, tecnológica e política. É nesse contexto que os impactos da pandemia de COVID-19 promoveram (e promoverão)  não apenas mudanças sociais e nas interações pessoais, implicando também desdobramentos significativos no espaço urbano. Os impactos da COVID 19, condicionados por implicações da reestruturação econômica global, influenciarão morfologias urbanas potencialmente “novas”, principalmente relacionadas aos modos e locais de trabalho e moradia, ou as dinâmicas e práticas sócio espaciais do espaço urbano. Precisamos repensar como (a) criar e manter espaços habitáveis e (b) governar as cidades de maneira equitativa, de modo a poder pretender oferecer aos cidadãos um outro patamar de equidade urbana que confronte o regime de visibilidade/invisibilidade que opera na configuração dos territórios urbanos. Portanto, interrogar potenciais transformações nos tecidos e estruturas urbanas, territorialidades e práticas socio espaciais, em particular em relação a: 

  • Quais são os fatores que desempenham um papel crítico no desenvolvimento de espaços urbanos equitativos e na redução das desigualdades socio espaciais? Como as novas abordagens sustentáveis de desenho e planejamento urbano podem mitigar a estratificação urbana pandêmica?
  • Como podemos desenvolver estratégias e padrões de desenho urbano para cidades pós-pandemia de modo a almejar futuros mais equitativos e resilientes?
  • Que dinâmicas socioespaciais, em particular desenvolvidas por comunidades locais, podem orientar novas formas de pensar e produzir cidades?


MEDIAÇÃO: Prof. Dr. Manoel Rodrigues Alves  Professor do Instituto de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo

PALESTRANTES:

Prof Dr Marcos Barcellos de Souza — Professor Adjunto do Bacharelado em Planejamento Territorial da Universidade Federal do ABC e da Pós Graduação em Planejamento e Gestão do Território. Possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2004), mestrado em Desenvolvimento Econômico pela Universidade Estadual de Campinas (2007) e Doutorado em Desenvolvimento Econômico pela Universidade Estadual de Campinas (2013) com estágio doutoral na University of British Columbia (2010-11). Tem experiência na área de Planejamento Territorial, com ênfase em Economia Política Regional e Urbana e Geografia Econômicas

Prof. Dr. Vasco Barbosa — Departamento de Planejamento Urbano e Territorial, Faculdade de Engenharia, Universidad de la Sabana. Colombia. Posdoctorado en Planificación Urbana, Universidad Federal de Viçosa, Brasil. Doctorado en Planificación Territorial y Desarrollo Rural, Universidad de Santiago de Compostela, España.  Maestría en Gestión y Planificación de Uso Sostenible del Suelo, Universidad de Santiago de Compostela, España. Especialización en Planificación Territorial y Gestión Ambiental, Instituto Superior Viana do Castelo, Portugal. Arquitecto de la Universidad Lusíada, Porto, Portugal.

Prof. Dr. Vinicius Netto — Investigador do Centro de Investigação do Território Transportes e Ambiente | CITTA, Universidade do Porto. Professor do Programa de Pós Graduação em Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal Fluminense. Bolsista Produtividade em Pesquisa CNPq. Doutorado em Advanced Architectural Studies (The Bartlett School of Graduate Studies, University College London | UCL). Pós-Doutorados em Urban Informatics (NYU CUSP, 2019) e Desempenho Urbano (PNPD CAPES, 2009). Mestrado em Planejamento Urbano e Regional (PROPUR UFRGS). Autor dos livros The Social Fabric of Cities (Routledge, 2017) e Cidade & Sociedade (2014). Editor de periódicos internacionais.

SESSÃO DE CINEMA ENANPARQ 22

Data: 10/11 – Horário 19h - 21h

FILME: PAISAGEM CONCRETA

Documentário sobre a obra do arquiteto Álvaro Siza

Direção de Laura Artigas e Luiz Ferraz. Duração 72 min

SINOPSE: Em Porto Alegre, o edifício da Fundação Iberê Camargo; na cidade do Porto, o escritório de Álvaro Siza, arquiteto e autor do celebrado projeto da sede da instituição, inaugurado em 2008. Ao longo de 70 minutos, o documentário “Paisagem Concreta” navega entre esses dois portos. Com vista para o rio D´Ouro, o arquiteto, entre um cigarro e outro, detalha o desenho do museu gaúcho, e sua relação afetiva com o Brasil, semeada desde a infância nos relatos de seu pai nascido em Belém (PA), cultivada pelo modernismo, pela MPB e pelas novelas. Também elabora sobre os limites entre a arquitetura e a natureza, acompanhado por um percurso visual de obras celebradas como as Piscinas das Marés, a Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto e o Museu Nadir Afonso, por depoimentos de colaboradores e críticos portugueses. Enquanto isso, do outro lado do oceano, apresentam-se os bastidores da montagem da exposição “Fio de Ariadne”, mostra inédita de cerâmicas e tapeçarias de Iberê Camargo, a reflexão de colaboradores da Fundação Iberê e arquitetos contemporâneos sobre o futuro dessa paisagem concreta fincada na beira do Guaíba.

MEDIAÇÃO: Prof. Dr. Ruy Sardinha Lopes — Professor do Instituto de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (IAU-USP)

DEBATEDORES:

Raul Penteado —  Autor da Ideia Original e Pesquisa, Co-argumentista do filme.

Manuel Sá —  Co-diretor de fotografia e Co-argumentista do filme

MESA DE ENCERRAMENTO

Data: 11/11 – Horário 10h - 12h

Pensa o Brasil

MEDIAÇÃO: Prof. Dr. Miguel Antonio Buzzar — vice-diretor do Instituto de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (IAU-USP)

PALESTRANTES:

Profa. Dra. Maria Arminda do Nascimento Arruda —  Vice-Reitora da Universidade de São Paulo

Prof. Dr. João Carlos Salles —  Ex-Reitor da Universidade Federal da Bahia

ACOMPANHE TAMBÉM:

OFICINAS E PRÁTICAS URBANAS

Estão abertas as inscrições para as oficinas e práticas urbanas do ENANPARQ 22. Elas são oferecidas gratuitamente ao público geral sem necessidade de inscrição no evento. Os Links, descrição e datas de realização das oficinas oferecidas estão disponíveis no botão abaixo.

eventos preparatórios para o ENANPARQ 2022

Convidamos para participarem dos eventos preparatórios para o ENANPARQ 2022, organizados pelos programas de pós-graduação do estado de São Paulo, parceiros do Instituto de Arquitetura e Urbanismo.

Acompanhem os links dos eventos aqui no site ou no instagran da ENANPARQ 2022.

INFORMAÇÕES DE CADA EVENTO:

A PROGRAMAÇÃO AINDA ESTÁ SENDO FINALIZADA. ABAIXO OS EVENTOS QUE JÁ ESTÃO DIVULGADOS.