grupo de pesquisa em
habitação e sustentabilidade

pesquisadores

Ana Carolina foto 

Ana Carolina Carvalho Figueiredo (Mestrado)
Início: 02.2016
Título: Certificação ambiental e habitação no brasil: agentes e critérios urbanísticos e arquitetônicos
Orientadora: Lúcia Shimbo
Descrição: Interessa nesta pesquisa compreender quem são os agentes resposáveis pela certificação ambiental no cenáro brasileiro e seus vínculos com o debate internacional e como suas preocupações são transformadas em critérios de análise da sustentabilidade na construção civil.

Palavras-chave: Certificação ambiental; arquitetura; sustentabilidade; LEED; Referencial Casa; AQUA HQE; Casa Azul.

Referências: TABURET, Aurélien. Promoteurs immobiliers privés et problématiques de développement durable urbain. Sociologie. Université du Maine, 2012. Français.
                    SILVA, Vanessa Gomes. Indicadores de Sustentabilidade de Edifícios Estado da Arte e Desafios Para o Desenvolvimento no Brasil. Ambiente Construído, Porto Alegre, v. 7, n. 1, p. 47-66, jan./mar. 2007. 

 

Ana Carolina imgCondomínios certificados pelo Selo Casa Azul em Paraisópolis. Fonte: Foto da autora.


Angel Castañeda Rodríguez (Mestrado)
Título: Qualidade da habitação nos Assentamentos Rurais no PNHR/PMCMV do estado de São Paulo. Casos: Florestan Fernandes, Dona Carmem e Boa Esperança
Orientadora: Akemi Ino
Descrição: Após vários anos do PNHR, percebe se a preocupação na redução do déficit habitacional no campo. Isto pode se considerar como um avanço, porem na maioria dos assentamentos rurais do país verificam-se soluções que nem sempre atendem as necessidades das famílias. E no que se refere às moradias, são construídas a partir de um projeto padrão com área mínima, como alternativa para a redução de custos de produção. Neste contexto, este projeto analisa o processo de produção habitacional nos estudos de caso escolhidos seguindo duas abordagens, a qualidade do projeto arquitetônico e a qualidade construtiva-tecnológica.
Palavras-chave: habitação rural, assentamento rural, programa habitacional, projeto, avaliação

Angel img1
Finalizando a casa – Assentamento rural Dona Carmem. Foto: Habis, dezembro de 2015

Angel img2
Assentamento rural Florestan Fernandes. Foto: Habis, fevereiro de 2015

Projeto de Doutorado: Produção habitacional em madeira de reflorestamento segundo conceito de racionalização em comunidades rurais de regiões madeireiras no marco do PNHR
Orientadora: Akemi Ino
Descrição: Esta pesquisa tem como objetivo estabelecer recomendações de racionalização de projeto para produção habitacional em madeira voltada para os estratos populacionais de renda baixa, no âmbito do PNHR-PMCMV. Esta pesquisa aponta atender as exigências desta população e às condições a que eles estão sujeitos, como a limitação de recursos financeiros e materiais, baixa qualificação profissional, dificuldades de acesso a serviços e infraestrutura básicas, e deslocamentos do meio rural para o urbano.
Palavras chave: habitação rural, madeira, racionalização, projeto, produção.

BeatrizBeatriz Silva Costa (Iniciação Científica)
Início: 12.2015
Título: A questão fundiária e o papel das agências imobiliárias na Região Metropolitana de Campinas(SP)
Orientadora: Lúcia Shimbo
Descrição: Propõe-se uma análise, através de alguns casos na Região Metropolitana de Campinas, da relação entre a questão fundiária e as implicações socioespaciais decorrentes dos recentes processos de reestruturação imobiliária. Desse modo, espera-se identificar quais são os produtos habitacionais resultantes, quais são os fatores decisivos para a aquisição fundiára e quem são os agentes envolvidos. Em especial, o papel das agências imobiliárias.
Palavras-chave: reestruturação imobiliária, habitação, questão fundiária, agentes imobiliários
Referências: AALBERS, Manuel. The financialization of a social housing provider. Paper, International Conference on “The Ideal City: between myth and reality. Representations, policies, contradictions and challenges for tomorrow's urban life” Urbino (Italy), August 2015.

Lattes: http://lattes.cnpq.br/8151578407962218

Beatriz 2

BrunaBruna Maria Biagioni (Mestrado)
Início: 05.2014
Título: Os limites do mínimo: discussão sobre o modelo de moradia destinado ao povo
Orientador: João Marcos de Almeida Lopes
Descrição: A cidade dentro da lógica do capital vem progressivamente consentindo com práticas que tenham como finalidade a acumulação e a concentração de renda. Sem a presença de agentes que ofereçam a resistência necessária para definir um modelo habitacional mais justo, as moradias mínimas são aceitas como se fossem cânones e passam a ser reproduzidas infinitamente como qualquer outro objeto de consumo. A pesquisa tem a intenção de problematizar a questão da moradia mínima investigando sua origem, sua consolidação cultural e os seus limites ambientais e sociais.
Palavras-chave: Habitação; Limites; Dimensionamento mínimo; Consumismo.
Referências: ADORNO, Theodor e HORKHEIMER, Max. A indústria cultural – o iluminismo como mistificação das massas. In: Indústria cultural e sociedade. São Paulo: Paz e Terra, 2002.
                    AYMONINO, Carlo. La vivienda racional. Ponencias de los congresos CIAM 1929-1930. Barcelona, Gustavo Gili, 1973.

Bruna 1Richard Hamilton, Just what is it that makes today's homes so different, so appealing? 1956

Bruna 2Livia Corona, Moving Day. Zumpango, México. 2000

 Camila Furloni fotoCamila Bezerra Furloni (Mestrado)

Início: 01.2017
Título: Formação profissional em canteiros de obras de restauração
Orientador: João Marcos de Almeida Lopes
Descrição: O presente projeto de pesquisa tem intenção de se debruçar sobre o trabalho exercido nos canteiros de obra de restauração do Brasil, destacando a importância da transmissão oral e empírica do saber fazer dos artífices tradicionais para salvaguarda do Patrimônio Cultural. A pesquisa pretende construir uma reflexão crítica que contribua para o aprofundamento do debate sobre as políticas de preservação patrimonial vigentes no país, que tendem a privilegiar a preservação do objeto arquitetônico através do instrumento do tombamento, deixando comumente as técnicas construtivas tradicionais à margem da discussão.
Palavras-chave: Patrimônio Cultural. Técnicas construtivas. Canteiro de obras. Formação profissional.
Referências: FERRO, Sérgio. Arquitetura e trabalho livre. São Paulo: Cosac Naify, 2006.

Camila Rocha fotoCamila Mariana G. V. Rocha (Mestrado)
Início: 02.2017
Título: Espaços livres em projetos habitacionais: concepção arquitetônica e apropriação de moradores
Orientadora: Lúcia Zanin Shimbo
Descrição: A pesquisa procura investigar a relação entre o desenho dos espaços livres na habitação multifamiliar e os usos e apropriações dos moradores nesses espaços. O objetivo é investigar como os espaços livres são concebidos pelos arquitetos e/ou projetistas e como são apropriados pelos moradores em empreendimentos habitacionais produzidos entre 1986 e 2016, no estado de São Paulo. Num primeiro momento, busca-se analisar as exigências presentes nas normativas dos programas habitacionais e a concepção de projeto que norteou o desenho dos espaços livres. Num segundo momento, procura-se avaliar a apropriação pelos moradores, identificando se há a potencialização de seu uso como espaço livre e de lazer, ou se há processos de subutilização, depredação ou alteração de usos.
Palavras-chave: Habitação, Projeto, Qualidade, Programas Habitacionais, Espaços Livres.
Referências: FERREIRA, S.W. (coord.). Produzir casas ou construir cidades? Desafios para um novo Brasil urbano. Parâmetros de qualidade para a implementação de projetos habitacionais e urbanos. São Paulo: LABHAB; FUPAM, 2012.
                    PEDRO, J.B. Programa minha casa, minha vida: riscos, oportunidades e recomendações para a melhoria da qualidade arquitetônica e urbanística. Congresso Internacional na Habitação no Espaço Lusófono. 2° CIHEL – LNEC. Lisboa, Portugal. 2013.

Carlos RaidakCarlos Eduardo Raidak (Mestrado)
Início: 03.2015
Título: Cadeia produtiva do bambu como material construtivo e sua aplicação: estudo de caso no Estado de São Paulo.
Orientador: João Marcos de Almeida Lopes
Descrição: Mesmo sendo comprovada a viabilidade do uso do bambu como material construtivo no Brasil, com diversos exemplos de edificações e estruturas realizadas, este ainda é pouco utilizado. O objetivo desta pesquisa é investigar processos capazes de articular as diversas abordagens no estudo da cadeia produtiva do bambu como material construtivo, permitindo a estruturação desta, identificando setores de maior desenvolvimento e de novas oportunidades.
Palavras-chave: Bambu, material construtivo, cadeia produtiva.
Referências: HIDALGO-LÓPEZ, O. Bamboo: the gift of the Gods. Bogotá: D’ Vinni, 2003.
                    PEREIRA, M.A.R.; BERALDO, A.L. Bambu de corpo e alma. Bauru: Canal6, 2008.

Carlos Raidak 2Centro de Cultura Max Feffer, Pardinhos-SP. (Amima, 2016)

CecíliaCecília Corrêa Lenzi (Mestrado)
Início: 03.2014
Título: A habitação camponesa no programa MCMV
Orientador: João Marcos de Almeida Lopes
Descrição: Partimos da ideia segundo a qual o estudo sobre a produção da habitação camponesa deve forjar seus próprios referenciais teóricos, uma vez que estabelece relações de produção diferentes das encontradas na produção da habitação social urbana. O objetivo principal deste trabalho é analisar a produção habitacional camponesa no âmbito do programa MCMV com base na experiência de uma organização sindical em Santa Catarina, buscando compreende-la dentro de escopo teórico específico.
Palavras-chave: Habitação camponesa. Habitação rural catarinense. Produção habitacional. Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR)
Referências: OLIVEIRA, Ariovaldo Umbelino. O Campo no Século XXI. São Paulo, SP: Paz e Terra/Casa Amarela, 2004.
                    FERRO, Sérgio. Arquitetura e Trabalho Livre. São Paulo: Cosac Naify, 2006.

Lattes:http://lattes.cnpq.br/4390609912185263

Cecília 2   Cecília 3

DesireeDesiree Carneiro
Início: 09.2016
Título: Formas alternativas de acesso e de produção da habitação: os programas de locação social e de autogestão
Orientadora: Lúcia Shimbo
Descrição: A pesquisa tem como objetivo compreender o papel e as possibilidades de autogestão na construção de habitação social, dentro de um contexto de mercantilização da cidade e da moradia. Assim são analisados três aspectos: a relação entre os agentes, a inserção urbana e a qualidade dos projetos realizados.
Palavras-chave: autogestão, habitação social, entidades
Referências: LAGO, Luciana. Autogestão habitacional no Brasil: Utopias e contradições. Rio de Janeiro: Letra Capital Editora, 2012
                    ROLNIK, Raquel. Guerra dos lugares, a colonização da terra e da moradia na era das finanças. São Paulo: Boitempo, 2015

ErichErich Kazuo Shigue (Mestrado)
Início: 03.2016
Título: Panorama da Construção em Madeira no Brasil: Agentes e Novos Sistemas Construtivos.
Orientadora: Lúcia Zanin Shimbo
Descrição: A notável preocupação global com as mudanças climáticas e a necessidade de desenvolvimento de uma economia de baixo carbono vem dando destaque à madeira como material construtivo. A madeira é um material 100% renovável e que atua como estoque de carbono. Além disso, diversas pesquisas analisando o ciclo de vida dos materiais apontam que a madeira consome menos energia e produz menos gases do efeito estufa em relação à materiais tradicionalmente utilizados, como o concreto e o aço. No Brasil, onde cerca de 50% do território é coberto por florestas, e que possui a segunda maior área florestal do mundo, a madeira ainda é pouco explorada como um material construtivo. No entanto, nos últimos anos através da introdução de novas tecnologias em componentes e sistemas construtivos e a promoção no uso da madeira, está havendo uma tendência ao aumento no uso deste material. A pesquisa tem como objetivo caracterizar essa tendência, identificando quem são os principais agentes, quais são as iniciativas e quais os desafios e motivações por trás desse movimento.
Palavras-chave: Sustentabilidade, madeira, construção civil, economia de baixo carbono, sistemas construtivos.
Referências: PUNHAGUI GARCIA, Katia Regina. Potencial de reducción de las emisiones de CO² y de la energía incorporada en la construcción de viviendas en Brasil mediante el incremento del uso de la madera. Universidad Politécnica de Cataluña y Universidade de São Paulo. Barcelona, 2014.
                    ZENID, G. J. Madeira: Uso sustentável na construção civil. 2 ed. Instituto de Pesquisas Tecnológicas, 2009.

Erich 2Estande do programa madeira é legal. Fonte: wwf brasil (2016).

Chico Barros fotoFrancisco Toledo Barros (Doutorado)
Início:
Título: "Formação Profissional dos trabalhadores da construção civil: o canteiro de obras e a emancipação social"
Orientador: João Marcos de Almeida Lopes
Descrição: A pesquisa de doutorado em fase de finalização aborda a formação profissional dos trabalhadores da construção civil a partir de uma leitura critica e histórica dos processos de aprendizado desses profissionais no estado de São Paulo, no século XX e na atualidade. Nesse contexto realizamos dois ensaios experimentais de "canteiro escola" - espaços alternativos de formação que propiciam e contribuem com a ampliação da autonomia produtiva desses profissionais - através do exercício comum das atividades de projeto de arquitetura e sua construção junto de um movimento popular, o MST, e uma universidade, a FAU USP.
Palavras-chave: canteiro escola; formação profissional de trabalhadores da construção civil; autonomia e autogestão.
Referências: O Canteiro e o Desenho, de Sérgio Ferro; Pedagogia do oprimido, de Paulo Freire; Um novo ensino para outra prática: Rural Studio e Canteiro Experimental, contribuições para o ensino de arquitetura no Brasil, de Tomaz Lotufo; Quando menos não é mais: tectônica e o ensino tecnológico da Arquitetura e do Urbanismo, de João Marcos Lopes; Educação de trabalhadores por trabalhadores, de Carmen Moraes; Projeto Inova Rural, de Habis e Usina.

Chico Barros img1Educandos do curso de elevação de alvenarias do SENAI representando o Brasil na competição internacional "World Skills São Paulo 2015".

Chico Barros img2Educandos do "Canteiro escola casa das artes Frida Kahlo", na Escola Nacional Florestan Fernandes, MST, 2014.

GuilhermeGuilherme Nelli Zaratine (Mestrado)
Início: 01.2017
Título: Agências multilaterais, estado e capital imobiliário: reestruturação urbana e remoções forçadas no município de São José dos Campos – SP
Orientadora: Prof. Dr. Lucia Zanin Shimbo
Descrição: Durante os anos 2000 implementou-se no município de São José dos Campos o chamado oficialmente “Programa de Desfavelização” por parte da prefeitura. A presente pesquisa tem por objetivo entender o desenho institucional e financeiro para a implementação do Programa, bem como a implentação de infraestrutura e acesso a programas habitacionais no período. Os financimaneto envolvem financiamento e ações de agências multilaterais, principlamente o BID, e construtoras locais e nacionais.
Palavras-chave: Política urbana, agências multilaterais, mercado imobiliário, remoções forçadas
: ARANTES, Pedro Fiori. O Ajuste Urbano: as políticas do Banco Mundial e do BID para as cidades latino-americanas. 2004.Dissertação (Mestrado) - Curso de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.

Guilherme 1Remoções de favelas para conjuntos habitacionais no Município de São José dos Campos entre os anos 2000 e 2016 (ZARATINE, 2016)

Guilherme 2Empreendimentos imobiliários, investimentos públicos em infraestrutura viária e remoções de assentamentos precários. (ZARATINE, 2016)

Jaqueline Quaglio fotoJaqueline De Pieri Quaglio (Mestrado)
Início: 03.2015
Título: PRODUÇÃO EM ESCALA DA HABITAÇÃO E INDUSTRIALIZAÇÃO DE CANTEIROS DE OBRAS
Orientadora: Lucia Zanin Shimbo
Descrição: A partir dos anos 2000, desenhou-se uma forma inédita de produção formal de moradia, marcada pela ampliação da escala dos conjuntos habitacionais promovidos por grandes construtoras e incorporadoras com recursos estatais. Neste contexto, esta pesquisa investiga a esfera produtiva deste fenômeno, com o objetivo de identificar diferentes tendências de industrialização nos canteiros de obras e o padrão tecnológico utilizado pelas empresas construtoras.
Palavras-chave: Industrialização da construção; canteiro de obras; produção da habitação.
Referências: BARAVELLI, J. E. Terra, trabalho e tecnologia no programa MCMV. Tese (doutorado). Universidade de São Paulo, 2014.

Lattes:http://lattes.cnpq.br/1618679576069379

Jaqueline Quaglio img1Residencial Eduardo Abdelnur, 03/09/2015. Jaqueline Quaglio img2Parque acanto, 03/05/2017.

José FabrícioJosé Fabrício Ferreira (Doutorado)
Início: 03.2014
Título: Habitação e segregação urbana - Indicadores de segregação urbana e seus padrões espaciais.
Orientador: João Marcos de Almeida Lopes
Descrição: A tese busca criar, de maneira crítica, um indicador matemático e cartográfico como um instrumental à leitura e interpretação da estrutura urbana pela perspectiva da segregação residencial, processo dialético abordado em sua multidimensionalidade e multiescalaridade, confrontando-se distintas matrizes teóricas para análise do espaço brasileiro.
Palavras-chave: segregação; habitação; indicadores urbanos; desigualdades urbanas; padrões espaciais.
Referências: VILLAÇA, Flávio. Espaço intra-urbano no Brasil. 2a ed. São Paulo: Studio Nobel, 2001.

José Fabrício 2Mapa do Distrito Federal e municípios vizinhos. Este mapa confronta um processo de gentrificação em curso a oeste do Plano Piloto e um ensaio de cálculo de nosso indicador. Fonte: Censo 2010, IBGE.

Lara fotoLara Melotti Tonsig (Mestrado)
Início: 02.2017
Título: A Inserção do Escritório Modelo de Arquitetura e Urbanismo no Ensino Universitário.
Orientador: João Marcos de Almeida Lopes
Descrição: Estudar, descrever e interpretar a fim de compreender de que forma os Escritórios Modelo de Arquitetura e Urbanismo se inserem no contexto de formação do estudante de Arquitetura e Urbanismo.
Palavras-chave: Arquitetura e urbanismo; Escritório modelo de arquitetura e urbanismo; Extensão universitária; Formação profissional; Teoria e prática.
Referências: BRASIL. Federação Nacional do Estudantes de Arquitetura e Urbanismo. POEMA - Projeto de Orientação à Escritórios Modelo de Arquitetura e Urbanismo. Florianópolis, 2007. FREIRE, P. Extensão ou comunicação? Rio de Janeiro, 1983

Marcelo Aflalo fotoMarcelo Aflalo (Mestrado)

Início: 02.2017
Título: Estruturas em madeira: Forma e método
Orientadora: Akemi Ino
Descrição: Pesquisar metodologias projetuais de estruturas e aplicá-las sobre formas arquetípicas previamente definidas, utilizando madeira como materéria prima. Como método de aplicação, investigar os modelos tridimensionais (maquetes físicas) como ferramenta de construção de uma linguagem própria para madeira.
Palavras-chave: Estruturas em madeira, liguagem estrutural, metodologia de projeto.
Referências: MOUSSAVI, Farshid, The Function of Form. Estados Unidos
                   HERZOG, T. et al. Timber Construction Manual. 3. ed. Lausanne: Presses polytechniques et universitaires romandes, 2007. 375p.

Marcelo Aflalo img1 Marcelo Aflalo img2

MariusaMariusa Henriquez Sanchez (Mestrado)
Início: 08.2014
Título: La vivienda social en Honduras: Politicas Publicas de habitacion, 1957-1998.
Orientadora: Lúcia Zanin Shimbo
Descrição: La estructura de provisión habitacional se torna relevante para el Estado de Honduras a partir de la segunda mitad del siglo XX, cuando se emprenden las primeras legislaciones orientadas a la producción habitacional promovida por el Estado y orientadas al sector más vulnerable. Bajo ese enfoque, el objetivo de la investigacion se centra en caracterizar el papel y producción del Estado hondureño mediante la implementación de las políticas habitacionales decretadas, identificando los agentes implicados, el origen de los recursos, los programas emprendidos, la producción habitacional desarrollada y los resultados de dichas legislaciones entre el periodo comprendido entre 1957 a 1998.
Palavras-chave: Honduras, politicas publicas, vivienda social.
Referências: AGUIRRE, M., C.R., Housing and tha State: the case of Honduras. 1984. P.55. Thesis of Master in City Planning, Massachusetts Instituto Of Technology (MIT),Cambridge, 1984.
                    SIERRA, L.F. The Housing Question and the State: housing the urban poor in Honduras 1957 to 1982. 1983. p.269. Thesis Doctor of Philosophy, Graduate School of Arts and Science, Columbia University, New York, 1983.

Lattes:http://lattes.cnpq.br/5419918261394907

Mariusa 1

Monica fotoMônica Duarte Aprilanti (Doutorado)
Início: 03.2015
Título: Ensino de Tecnologia da Madeira em Escolas de Arquitetura
Orientadora: Akemi Ino
Descrição: Os conteúdos relativos às tecnologias construtivas nos cursos de Arquitetura e Urbanismo no país vêm sendo sistematicamente negligenciados e, em especial a madeira, fato que tem dificultado a opção pelo uso deste material em projetos de edificações. A pesquisa busca identificar a inserção do ensino de tecnologia da madeira nas atuais estruturas curriculares, e ao mesmo tempo levantar práticas diferenciadas de ensino-aprendizagem na área. Tem por hipótese que estratégias pedagógicas que articulem teoria, projeto e produção contribuem para a formação de profissionais mais aptos para o projeto de arquitetura em madeira potencializando, por conseguinte, o seu emprego na construção civil brasileira.
Palavras-chave: Ensino de arquitetura, tecnologia da madeira, projeto de arquitetura em madeira, metodologias de ensino, iniciativas didáticas inovadoras.
Referências: HERZOG, T. et al. Construire em bois. 3. ed. Lausanne: Presses Polytechniques et Universitaires Romandes, 2007; KAUFMANN, H.; NERDINGER, W. Building with Timber: Paths into the Future. Prestel Publishing, 2012; LOTUFO, T. A. Um novo ensino para outra prática. Rural Studio e Canteiro Experimental, contribuições para o ensino de arquitetura no Brasil. Dissertação (Mestrado). São Paulo: FAUUSP, 2014.

Lattes:http://lattes.cnpq.br/9209257392810782

Monica img1 Monica img2 Monica img3 Monica img4Projeto e Produção de protótipos para revestimento da fachada da sede do HABIS. Disciplina optativa IAU0693: Parâmetros para Projetos Habitacionais em Madeira. IAU-USP, São Carlos, abril 2017.

Rita fotoRita de Cássia Pereira Saramago (Doutorado)
Início: 03.2016
Título: Arquitetura Sustentável? Entre o discurso da sustentabilidade e a prática da arquitetura.
Orientador: João Marcos de Almeida Lopes
Descrição: O conceito de sustentabilidade incorpora múltiplas dimensões e vem sendo aplicado indiscriminadamente para justificar práticas bastante diferenciadas, inclusive no campo da Arquitetura e do Urbanismo. Sendo assim, este trabalho pretende refletir, a partir de revisão da literatura, como ocorreu o surgimento e a consolidação do discurso da sustentabilidade, buscando compreender de que maneira tal discurso tem se inserido no campo da Arquitetura. São também seus objetivos: analisar os principais métodos de certificação ambiental que têm sido aplicados no Brasil; examinar como os conceitos de sustentabilidade e de arquitetura sustentável estão sendo abordados nos cursos de Arquitetura e Urbanismo brasileiros, consultando as universidades públicas do país; e, por fim, revisitar o processo de criação de exemplos referenciais.
Palavras-chave: Sustentabilidade, Arquitetura Sustentável, Processos de Certificação, Ensino de Arquitetura, Obras Referenciais.
Referências: MARQUES, L. Capitalismo e colapso ambiental. Campinas: Editora da UNICAMP, 2015.
                    VEIGA, J. E. Para entender o desenvolvimento sustentável. São Paulo: Editora 34, 2015

Rodolfo José Viana Sertori (Doutorado)
Início: 03.2014 – Financiamentos: CAPES e FAPESP
Título: Terra, moradia e trabalho: Reforma agrária e produção habitacional nos assentamentos paulistas de 2003 a 2016
Orientadora: Akemi Ino
Descrição: Esta pesquisa analisa a produção do habitat em três assentamentos rurais da região oeste do estado de São Paulo. Partindo da indissociabilidade entre o problema habitacional nas áreas rurais e a questão agrária brasileira, a análise dos principais programas relacionados à reforma agrária, à habitação e à produção agropecuária nestes assentamentos põe em questão: a) a relação entre reforma agrária e a expansão do setor sucroenergético na região oeste do estado de SP; b) as consequências históricas, políticas e sociais decorrentes da fragmentação das políticas públicas destinadas ao campesinato brasileiro – especificamente o campesinato da reforma agrária; c) o debate sobre a política de habitação para assentamentos de reforma agrária; d) a inserção territorial destes assentamentos e as condições de acesso dos assentados aos serviços e equipamentos públicos; e) as condições históricas de vida, moradia e trabalho dessas famílias, considerando-se suas demandas por infraestrutura, produção e habitação.
Palavras-chave: questão agrária; reforma agrária; habitat rural; assentamentos rurais.
Referências: FERRO, Sérgio. Arquitetura e Trabalho Livre. São Paulo: Cosac Naify, 2006.
                    OLIVEIRA, Ariovaldo Umbelino. Modo de Produção Capitalista, Agricultura e Reforma Agrária. São Paulo: Labur Edições, 2007, 184p.
Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4294950Z4

Rofolfo img

Simone fotoSimone Fernandes Tavares de Melo (Doutorado)
Início: 03.2016
Título: Arquitetura sustentável e Tecnologias Construtivas de Baixo Carbono: conceituação e aplicação
Orientadora: Akemi Ino
Descrição: A pesquisa busca conceituar o que são Tecnologias Construtivas de Baixo Carbono (TCBC), a fim de delinear novas referências para a discussão da sustentabilidade na construção civil. Busca ultrapassar as atuais abordagens que relacionam, neste setor, emissão de carbono apenas às fontes de energia, conforto ambiental e material construtivo, trazendo a discussão para o âmbito da tecnologia enquanto modo de produção e processo social.
Palavras-chave: Tecnologias Construtivas de Baixo Carbono (TCBC), sustentabilidade, gases de efeito estufa, construção civil.
Referências: MARCUSE, Herbert. “Algumas implicações sociais da tecnologia moderna” in Praga - revista de estudos marxistas. São Paulo: Jinkings Editores Associados, 1997 (nº1 set/dez 1996 - original de 1941).
                   MARQUES, Luiz. O capiltalismo e o colapso ambiental. Campinas: Editora da Unicamp, 2015.

Simone img editadaDelineamento da pesquisa. Fonte: Autora.

Camila Mendonça Garcia

Título do projeto: "A formação profissional na construção civil e a produção em escala da habitação no Brasil: Conformações e contrapontos"
Iniciação Científica
Orientadora: Prof. Dra. Lúcia Zanin Shimbo
Financiamento: FAPESP

Lattes: http://lattes.cnpq.br/4821434156452254

Marco Partel

Título do projeto:
Mestrado
Orientadora: Prof. Assoc. Akemi Ino
Financiamento:

Lattes: 

Luciana da Rosa Espíndola 

Título do projeto: O wood frame na produção de habitação social no Brasil
Doutorado
Orientadora: Prof. Assoc. Akemi Ino
Financiamento:

Lattes: http://lattes.cnpq.br/0898036975009394

Sanane Santos Sampaio

Título do projeto: Fotografia e trabalho na elaboração de planos e projetos urbanos
Doutorado
Orientadora: Prof. Assoc. João Marcos de Almeida Lopes
Financiamento:

Lattes: http://lattes.cnpq.br/9450758338488765

 
2022  habis | grupo de pesquisa em habitação e sustentabilidade  
endereço: usp campus 1 - são carlos, sp brasil . avenida trabalhador são-carlense, 400, centro . cep: 13566-590
telefone: (16) 3373-9304 . e-mail: grupohabis@gmail.com