Instituto de Arquitetura e Urbanismo de São Carlos

10+35+50_IAU.USP em Casa - Ciclo de Palestras (12) - Diálogos

Divulgação-IAU-EMCASA 12   web 

_ 11 de novembro, 17h - youtube.com/iauusp - IAU: Projetos Estudantis de Destaque em Concursos

Contest for BRICS Young Leaders - O concurso foi organizado pelo comitê nacional de pesquisas do BRICS e teve como objetivo mobilizar jovens líderes, pesquisadores e especialistas a propor soluções para problemas enfrentados pelos BRICS. Os concorrentes dos cinco países poderiam participar enviando um artigo científico, projeto ou pesquisa que abarcasse um dos seguintes eixos: contribuição para o desenvolvimento dos BRICS; promoção do papel dos BRICS no cenário geopolítico internacional; cooperação na era digital. Os finalistas do concurso foram selecionados para compor a comissão dos seus respectivos países na BRICS International School, onde por uma semana tiveram contato com especialistas dos temas abordados e auxílio para implementação dos seus projetos ou continuação das suas pesquisas.

O projeto foi submetido dentro do eixo de cooperação na era digital, porém entende-se que ele também se encaixa como contribuição ao desenvolvimento dos BRICS.

Intitulado "Participatory methodologies and technological tools for urbanization of precarious settlements: a bridge between BRICS urban actors", o projeto de Marcelo Fernandez propôs a elaboração de uma plataforma digital que permitia atores urbanos dos BRICS compartilharem suas experiências com metodologias de projetos participativos para urbanização de assentamentos precários, fortalecendo a própria atuação local através de cooperação internacional.

Aluno responsável: Marcelo Fernández Baca dos Santos, turma 2016

 

Urban Greenhouse Challenge - Promovido pela Wageningen University, Holanda, o concurso teve como proposta a concepção de um projeto de edifício para produção de alimentos utilizando diferentes tecnologias, esse integrado a um projeto paisagístico do Parque Marina Bay Park em Dongguan, na China.

Além do projeto arquitetônico e de paisagem, o grupo também desenvolveu um modelo de negócios, um front end para aplicativo, uma criptomoeda e um plano prevendo o impacto social do projeto. Entre 53 equipes, o grupo de alunos do IAU ficou em 6º lugar, recebendo o prêmio Golden Clog, pelos vlogs realizados durante o concurso mostrando o desenvolvimento do projeto e discutindo sobre a questão do futuro da alimentação.

Integrantes do grupo: Ana Victória Silva Gonçalves (IAU 4º ano); Beatriz Alcântara (IAU 4º ano); Camilla Grande Degaspari (ESALQ 4º ano); Gabriel Coneglian Barbosa (ESALQ 4º ano); Guilherme Baldessin (IAU 5º ano); Ingridth Sarah Hopp (IAU 3º ano); Matheus Motta Vaz (IAU 5º ano); Natalia Jacomino (IAU 5º ano); Juliana da Mata Santos (IAU formada em 2020)

Professores Orientadores: Luciana Bongiovanni M. Schenk (IAU), Jorge Munaiar Neto (EESC), Brunno da Silva Cerozi (ESALQ)

Colaboradores: André Daher, Fabio Rodrigues, Felipe Vergili Sgarbossa (EESC), Givaldo Luiz Medeiros (IAU), Lucia Zanin Shimbo (IAU), Pietro Faleiros (EESC), Rosane L. Chicarelli Alcantara (UFSCar), Sindélio Henrique Lima, Tomaz Lotufo. Bitcoin Descomplicado, Escola Cripto.

 

Concurso Ousadia, promovido pelo Ibracon - Dentre os concursos organizados pelo IBRACON, o Concurso Ousadia propõe como atividade a concepção de um projeto básico adotando o concreto como componente estrutural, prevendo também uma intervenção urbanística no seu entorno a fim de requalificar o ambiente de maneira coerente e, ao mesmo tempo, ousada. Respeitando o contexto local do projeto a ser inserido, o desafio pretende desenvolver a competência dos alunos na concepção de projetos arrojados; contribuir para o entrosamento entre estudantes de arquitetura e de engenharia civil; aprimorar os conhecimentos da tecnologia do concreto e enaltecer a paisagem urbana.

Desde a primeira participação em 2016, a equipe da ECON (Equipe de Concreto - USP São Carlos), vem garantido o pódio no Congresso Brasileiro de Concreto (CBC) que ocorre anualmente: 2016 (1º lugar), 2017 (3º lugar), 2018 (2º lugar) e 2019 (1º lugar). A atividade extracurricular conta com alunos da arquitetura e urbanismo e da engenharia civil, os quais desenvolvem estudos e projetos na área de tecnologia de concreto e suas aplicações, trabalhando o ano todo para competir nas 5 das cinco categorias de concursos técnicos estudantis promovidas pelo Congresso. A atual equipe de 2020 também está concorrendo ao novo concurso, e o resultado sairá em início de 2021.

O projeto desenvolvido pela equipe teve como desafio projetar, detalhar e calcular uma passarela padrão para rodovias federais aplicável a todo território nacional. A solução apresentada pela ECon foi uma viga em "I" de alma treliçada, que conformava um módulo a ser replicado para atender os três diferentes vãos – pista simples (15m), pista dupla sem canteiro central (23m) e com canteiro (12+6+12m). Com isso, o próprio desenho estrutural foi o produtor do espaço da passarela onde as pessoas transitam. Esse desenho determinou a forma dos pilares, criando uma linguagem em toda a passarela. A proposta foi feita em concreto armado, sendo as peças pré-moldadas, para facilitar a replicabilidade.

Segundo a prancha de apresentação do projeto, "a conciliação das questões estruturais e arquitetônicas trouxe esbelteza à estrutura. Como o ponto chave para vencer o vão da passarela está na altura da viga, que neste caso é a conformadora do projeto, o elemento desafiador foi visto como solução transformando limites em potencialidades".

Integrantes do grupo: Gabriel Francisco dos Santos (EESC), Gabriel Henrique Dalevedo Viana (EESC), Gabriel Passos (EESC), Giovanna Jacomelli (EESC), Isabela Okada Marquez (IAU), Lucas Modotte Bernardo (EESC), Luccas Gouvêa de Melo (IAU), Marcio de Oliveira Jr. (EESC), Maria Luisa do Santos Vasconcellos (EESC), Matheus Motta Vaz (IAU), Michele Higa (EESC), Nicholas Picin Casagrande (EESC), Rafael Sanches Mercadante (EESC), Rafaela Fernanda Mendonça Gomes (EESC), Sophia Da Rosa Siviero (IAU), Vinícius Viccino Granato (IAU).

Professores Orientadores: - Luis Espallargas Gimenez (IAU), Ricardo Carrazedo (EESC), Simone Helena Tanoue Vizioli (IAU)

 

Divulgação-IAU-EMCASA 12 cartaz web