Instituto de Arquitetura e Urbanismo de São Carlos

curso de arquitetura e urbanismo do iau-usp recebe 5 estrelas do guia do estudante

selos ge2013

- A edição da mais tradicional publicação brasileira voltada para os vestibulandos, o Guia do Estudante (GE) da Editora Abril, credita em sua próxima edição cinco estrelas para o curso de graduação em Arquitetura e Urbanismo do Instituto que leva o mesmo nome, o IAU, da USP São Carlos. A informação consta do GE Profissões Vestibular 2014, que chega às bancas no dia 11 de outubro.

Criado em 1985, o curso oferece 45 vagas em período integral ao longo de cinco anos. Com uma proposta inovadora, ele foi pensado, segundo Carlos Ferreira Martins, diretor do IAU-USP, para formar profissionais capazes de contribuir para o desenvolvimento social e econômico do país, atuando como projetistas, planejadores, gestores e construtores de edifícios e cidades.

Entendendo a graduação como um momento de produção de conhecimento, o curso promove a reflexão sobre o lugar do arquiteto e urbanista em um período de intensa transformação social, cultural, tecnológica e econômicas. A proposta é capacitar o aluno para aprender a aprender de forma continuada e a atuar de maneira consciente frente aos fenômenos socioeconômicos e culturais trazidos pela modernidade e suas transformações contemporâneas.

"Receber nota máxima de uma publicação como o Guia do Estudante é uma satisfação, mas sobretudo um estímulo para continuar aprimorando e atualizando o curso de maneira permanente", analisa o diretor do IAU.

O curso de Arquitetura e Urbanismo mantém excelente demanda no vestibular, sendo a décima primeira carreira mais procurada em toda a USP, atingindo mais de 28 candidatos por vaga no último vestibular da Fuvest em 2012 (foram 1261 inscritos). Em 2007, o Guia havia considerado o curso do IAU o melhor em Arquitetura e Urbanismo do Brasil.

O Instituto mantém também 12 convênios com instituições estrangeiras para intercâmbio dos alunos. "Nos próximos anos nosso desafio na área de graduação é estabelecer os mesmos padrões de inovação e excelência para o curso de Geografia, cujo projeto pedagógico já foi aprovado por unanimidade há duas semanas pelo Conselho de Graduação da USP", projeta o diretor.